5 de junho de 2013

Paixão, coragem e ousadia


“Por que fábrica tem de ser um local sujo, escuro, lúgubre? Ela precisa ser um lugar para o qual as pessoas queiram voltar a trabalhar no dia seguinte.” Ou: “Produzir mais, melhor e mais barato, como estímulo à produção e à geração de riqueza social, faz parte da minha ideia de produtivismo”. Ideias como essas, sempre com impactos efetivos no seu fazer industrial, tornam Carlos Roberto de Campos, dono das empresas CRW Plásticos, uma personalidade toda própria no universo empresarial e, de uns para cá, no ambiente político também.
     Paixão, coragem e ousadia substantivam muito bem o motor que impulsiona os resultados alcançados, desde sua origem extremamente humilde, por Carlos Roberto. Não à toa são palavras que compõem o título central do livro produzido pela Jacintha, com lançamento marcado para 10 de junho, abordando a instigante trajetória desse empresário e homem público. O relato não só traça o perfil de um caso emblemático de self-made man brasileiro, mas ainda é repleto de situações que potencializam reflexões e inflexões sobre a vida de quem o lê.
     Hoje a CRW é líder nacional no mercado de termoplásticos e, com plantas em São Paulo, Minas Gerais e Santa Catarina, além de unidades nos Estados Unidos e Europa, foi a primeira multinacional brasileira em seu segmento. Mas, de sua criação em Guarulhos (1979) até chegar ao atual patamar, não faltaram desafios. E nesse caminho o Plano Collor, em 1990, tornou-se um divisor de águas. Levado à bancarrota pelo desastroso plano econômico, Carlos Roberto precisou literalmente traçar um fio divisório no chão de fábrica, para onde, de mangas arregaçadas, o empresário voltava para alavancar praticamente do zero seu empreendimento.
     Essa passagem dramática, em meio ao abalo que passou a economia brasileira, é detalhada no livro pelo olhar de quem se viu atropelado por aquele instante histórico. “A partir daquilo, acumulei a desenvoltura de quem soube começar uma atividade e ainda uma outra experiência, que se sobrepõe à primeira, que é a de recomeçar!”, conta o empresário. Descobriu, a duras penas, que toda reconstrução parte de um passivo anterior. “Isso te dá uma vivência muito maior. Quem bate esquece, quem apanha nunca esquece!”
     Foi com fazer e refazer acumulados que ele tem percorrido também a esfera pública: vereador por dois mandatos em Guarulhos, secretário municipal, candidato a prefeito e, em 2011, deputado federal por São Paulo, posto em que se encontra em exercício. E é assim que a narrativa ora publicada, com seus casos, embates, reconstruções e perspectivas sociais, pode se prestar mesmo a impactar a leitura de quem tiver este livro em mãos.

 Paixão, Coragem e Ousadia na trajetória do empresário e político Carlos Roberto, 87p., 21 cm; isbn 978-85-60677-16-0; São Paulo : Jacintha, 2012.
     Lançamento: 10/jun., a partir das 19h, no Hotel Slaviero, Rua Rafael Balzani, 32 – Jd. Moreira – Guarulhos/SP.